• nglês
  • iso

ABNT publica Normas inéditas para instalações em atmosferas explosivas

02 de janeiro, 2019

Destaque é a normalização sobre requisitos básicos de avaliação para equipamentos não elétricos.

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) publicou recentemente Normas inéditas que orientam as instalações em atmosferas explosivas. Entre elas estão requisitos de avaliação de conjuntos pré-montados, tipos de proteção de equipamentos mecânicos adequados para instalação segura e métodos e requisitos básicos de avaliação para equipamentos não elétricos, aperfeiçoando ainda mais a segurança das instalações.

“Agora se dá um passo a mais, considerando o fato de que não só os equipamentos elétricos têm provocado acidentes de atmosferas explosivas”, destacou Roberval Bulgarelli, coordenador do Subcomitê SC-31 do Cobei, representante do Brasil no Comitê Técnico TC 31 (Atmosferas Explosivas) e TC 95 (Dispositivos de Proteção) da IEC e no IECEx.

Segundo ele, também houve atualização nas Normas sobre classificação de área contendo gases inflamáveis, proteção de equipamentos por segurança aumentadaentre outras. “O Brasil trabalha publicando e atualizando periodicamente suas Normas técnicas que estão no mesmo nível internacional”, afirmou.

Segundo Bulgarelli, na década de 80, o Brasil começou a se alinhar com as Normas internacionais e, já na década de 90, a maior parte das Normas brasileiras já estava alinhada com as IECs.

“A ABNT elabora Normas equivalentes às internacionais por uma série de vantagens, como maior facilidade na adoção das melhores práticas internacionais sobre segurança, qualidade, eficiência energética, confiabilidade e quebras de barreiras técnicas que dificultem comercialização de produtos”, destacou.

Bulgarelli reforçou ainda que o ciclo total de vida das instalações elétricas em atmosferas explosivas começa com a classificação de área, especificações de equipamentos, inspeção para a instalação, compra dos equipamentos e por fim, inspeções periódicas. Todas essas fases precisam ser realizadas seguindo as normas de segurança.

Ele destacou que atividades rotineiras, como manutenção preditiva e preventiva, além de inspeção periódica são fundamentais para garantir que tudo esteja em ordem. “Existem empresas que não conhecem essas Normas e isso é preocupante. É preciso ter confiança nas empresas envolvidas em todas as etapas das instalações e acredito que esse seja o principal desafio mundial”, reforçou.

Para auxiliar nesse desafio, Bulgarelli destacou que dentro da IEC foram criados sistemas de avaliação da Norma e um deles especificamente para IEC Ex, com a participação de 33 países, abordando não só a de certificação de equipamentos, mas de um ciclo total de vida das instalações, integrando todos os itens de segurança desde equipamentos, até empresas e pessoas certificadas. O sistema oferece testes para certificação de competências pessoais.

 

Fonte da informação:

Roberval Bulgarelli

Consultor
RPBC/ESTO - Engenharia e Suporte Técnico Operacional
Coordenador do Subcomitê SC-31 do Cobei


Publicado em 02/01/2019

Compartilhe



Comentários

*Nome

*E-Mail

*Comentário

Siga-nos

Postagem anterior

ABNT publica Normas inéditas para instalações em atmosferas explosivas
abnt-publica-normas-ineditas-para-instalacoes-em-atmosferas-explosivas
02/01/2019

Destaque é a normalização sobre requisitos básicos de avaliação para equipamentos não elétricos A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) publicou recentemente Normas inéditas que o

Compartilhe

Ultimas Postagens

conheca-proxima-geracao-luminarias-led-chalmit
Protecta X - Conheça a próxima geração de luminárias LED da Chalmit
Com um design criado em torno da tecnologia LED, o revolucionário Protecta X oferece uma variedade de benefícios, incluindo fácil instalação e manutenção, maior tempo de vida e muito mais.
precisamos-falar-sobre-cold-flow
Precisamos falar sobre cold flow
No mundo dos cabos para atmosferas explosivas e da terminação dos prensa-cabos, poucos termos são usados com frequência, como o cold flow. Frequentemente, vemos líderes do setor alegando est
Polar-na-Offshore-Technology-Conference-2019
Polar na Offshore Technology Conference 2019
A Offshore Technology Conference é um evento global da indústria offshore de energia. No evento, profissionais do ramo compartilham suas ideias no intuito de desenvolver e produzir
modernizar-pode-ser-o-melhor-caminho-para-se-adequar-a-norma-NR10
Modernizar pode ser o melhor caminho para se adequar a norma NR10
A garantia à disponibilidade e segurança dos equipamentos elétricos estão cada vez mais presentes no desenvolvimento e fabricação de novos produtos. Através de vários avanços tecnológicos,
Quais-as-diferencas-entre-Nivel-de-Protecao-Classe-do-SPDA-Nivel-de-Protecao-para-o-qual-os-DPS-foram-projetados-Classe-dos-DPS-Tipos-de-DPS
Quais as diferenças entre Nível de Proteção, Classe do SPDA, Nível de Proteção para o qual os DPS foram projetados, Classe dos DPS
Estes termos costumam provocar confusões aos usuários da ABNT NBR 5419: 2015. Iniciando pelas definições descritas na Norma, "Nível de Proteção contra Descargas Atmosféricas - NP
aproveitando-a-tecnologia-lightning-fast-com-a-seguranca-da-tecnologia-de-fibra-otica-para-ambientes-Ex
Aproveitando a tecnologia Lightning Fast com a segurança da tecnologia de fibra para ambientes Ex
Em uma era cada vez mais digital, onde os computadores são capazes de mais do que poderíamos imaginar, uma tendência se tornou clara. As empresas e os consumidores agora precisam processar

Todos